Lição: 17 a 23 de Outubro [Jeremias 30–33; 36; Lamentações 1; 3]

“Tornarei o seu pranto em alegria”




Nesta lição aprenderemos um pouco mais sobre o Amor Eterno do Senhor por nós, Seus filhos. Compreenderemos que muitas coisas passarão, muitas coisas não durarão neste mundo, mas Este amor durará para todo o sempre. Passaremos a conhecer e a acreditar mais neste sentimento que o Senhor tem por nós, quando estudarmos as escrituras de modo mais cuidadoso e compartilharmos com as pessoas ao nosso redor ao coisas que aprendemos com elas, além do nosso testemunho. Podemos aprender desde pequenos a importância de cumprir as promessas que fazemos com Deus, por meio de convênios. São eles que nos ajudam a lembrar dos ensinamentos de Cristo e de Seu Sacrifício Infinito e Eterno que nos possibilita mudar e nos arrepender, e pela Graça do Senhor sermos perdoados de nossos erros, depois de tudo o que foi possível ser feito e de todo o nosso esforço. Segue um resumo da lição nos vídeos abaixo:




OBS: Os princípios aqui colocados não seguem divididos em "Crianças menores" e "Crianças maiores" como os tópicos no manual Vem, e Segue-Me - Primária. Os tópicos referentes a essa divisão cuja o tema ou assunto são os mesmos, serão postos em um só princípio destacados em negrito. As atividades sugeridas podem servir para ambos, então fica por escolha dos pais e líderes da Primária usar de acordo com a necessidade de sua classe ou filhos! Lembrando que todas as atividades são sugestões, e cada tópico ou princípio estão sugerindo atividades que podem ser feitas para ajudar no entendimento da doutrina ensinada, ou seja, escolham uma das sugestões de cada princípio e se tiver tempo podem realizar todas, lembrando também que nas aulas dominicais o tempo da aula é de 20 minutos. As atividades que não foram possíveis fazer devido o tempo ser curto, podem entregar as crianças para realizá-las em casa com a família!


Princípio 1: O Pai Celestial e Jesus me amam. Jeremias 31:3


Sentir o “amor eterno” do Pai Celestial e de Jesus Cristo ajudará as crianças a quem você ensina a se aproximarem Deles.


Atividades sugeridas

  • Mostre às crianças alguns objetos (ou gravuras de objetos) que duram muito e outros que não, como uma moeda e uma fruta. Pergunte às crianças qual vai durar mais e debatam por que algumas coisas duram mais do que outras.

Tenha à disposição das crianças uma bandeja de classificação semelhante a esta.

  • Leia Jeremias 31:3 e ajude as crianças a compreenderem que o amor que o Pai Celestial e Jesus Cristo têm por elas é “eterno”.

BAIXE AQUI

  • Peça às crianças que contem como o Pai Celestial e Jesus Cristo mostram Sua “benevolência” por eles (Jeremias 31:3). Para dar uma ideia às crianças, cante uma canção sobre o amor Deles por elas, tal como “O amor do Salvador” ou “Meu Pai Celestial me tem afeição” (Músicas para Crianças, pp. 42–43, 16–17). Se possível, mostre gravuras de coisas mencionadas na música. Como nos sentimos quando pensamos no amor do Pai Celestial e de Jesus Cristo?



BAIXE AQUI

BAIXE AQUI P&B



Eu sinto o amor do meu Salvador

BAIXE AQUI


BAIXE AQUI

Princípio 2: As escrituras são a palavra de Deus. Jeremias 36:1–4


O Senhor disse a Jeremias que escrevesse Suas palavras, e os escritos de Jeremias foram preservados para nós no livro de Jeremias. Ajude as crianças a aprofundar o amor delas pelas escrituras, nas quais encontramos a palavra de Deus.


Atividades sugeridas

  • Peça que uma criança faça de conta que é Jeremias e que as outras crianças sejam Baruque. Ajude a criança que interpreta Jeremias a dizer algumas palavras de Jeremias 36:3 enquanto as outras crianças fazem de conta que as escrevem, como Baruque fez. Testifique que as escrituras hoje são “as palavras do Senhor” (Jeremias 36:4) que Ele pediu que os profetas escrevessem.

Aqui estão algumas máscaras que podem tornar a representação divertida.


BAIXE AQUI

  • Mostre um livro infantil e um exemplar das escrituras e peça às crianças que falem sobre as diferenças que notam entre os livros. O que torna as escrituras especiais? Ajude as crianças a compreenderem que as escrituras são a palavra de Deus escrita por profetas, assim como o livro de Jeremias é o que Deus disse a Jeremias que escrevesse.

A Crystal recomenda um livro pequeno e curto, porque as crianças vão querer que você leia para elas. Depois leia um pouco do Livro de Mórmon. Pergunte a eles qual é a diferença entre os dois livros. Quem os escreveu? O que ela nos ensina? Eles sabem que o Livro de Mórmon é verdadeiro? Eles podem sentir isso só de segurar o Livro de Mórmon.



BAIXE AQUI



O relato em Jeremias 36 pode ajudar as crianças a aprender com exemplos de pessoas que aceitaram a palavra do Senhor nas escrituras.


Atividades sugeridas

  • Escreva essas perguntas no quadro: Por que? Quem valorizava as escrituras? Quem não valorizava? Leiam juntos Jeremias 36:1–3 e pergunte às crianças por que o Senhor queria que Jeremias escrevesse Suas palavras. Em seguida, peça às crianças que trabalhem em duplas para ler Jeremias 36:5–8, 20–25 e identificar quem mostrou que valorizava as escrituras e quem não valorizava. Conte por que você valoriza as escrituras. Compartilhe uma passagem das escrituras ou história que seja especialmente significativa para você. Peça que as crianças compartilhem também.

  • Peça que as crianças usem a página de atividades desta semana para praticarem como compartilhar umas com as outras o relato em Jeremias 36. Peça-lhes que prestem seu testemunho das escrituras.

BAIXE AQUI


Princípio 3: Posso compartilhar o que estou aprendendo com as escrituras. Jeremias 36:4–10


As crianças podem exercer grande influência sobre as pessoas ao seu redor. Assim como Baruque, elas podem compartilhar com outras pessoas o que estão aprendendo nas escrituras.


Atividades sugeridas

  • Peça que as crianças façam gestos que acompanhem as palavras enquanto você lê (ou resume) Jeremias 36:4–10, como fazer de conta que estão escrevendo um livro (ver versículo 4), segurando as grades de uma prisão (ver versículo 5) e lendo as escrituras para o povo (ver versículos 8, 10). Enfatize que Baruque teve a coragem de ler as palavras de Jeremias para o povo, embora os líderes em Jerusalém não quisessem que ele o fizesse. Ajude as crianças a se lembrarem de algo que aprenderam no Velho Testamento e a pensarem em maneiras de compartilhar isso com outras pessoas.

Eles podem praticar o compartilhamento das histórias do Antigo Testamento em suas famílias, com seus minilivros do Antigo Testamento.



BAIXE AQUI

  • Cante uma música sobre as escrituras, como “Ler, ponderar e orar” (Músicas para Crianças, p. 66). Preste seu testemunho das escrituras e convide as crianças a fazer o mesmo.



BAIXE AQUI


Princípio 4: Posso guardar os convênios que fiz com Deus. Jeremias 31:31–34; 32:38–41


Os ensinamentos de Jeremias sobre o novo e eterno convênio do Senhor podem ajudar as crianças a quem você ensina a fortalecer o desejo de guardar seus convênios.


Atividades sugeridas

  • Desenhe um coração no quadro. E peça que metade das crianças leia Jeremias 31:31–34 e a outra metade leia Jeremias 32:38–41. Peça que os grupos escrevam no coração as coisas que aprenderam em seus versículos sobre nossos convênios com Deus. De que maneira ter a lei de Deus escrita em nosso coração (ver Jeremias 31:33) é diferente de apenas lê-la nas escrituras? Por que queremos fazer convênios com o Senhor? Por que Ele quer fazer convênios conosco?


BAIXE AQUI


  • Para revisar os convênios que fazemos quando somos batizados, peça às crianças que façam um gráfico de duas colunas em uma folha de papel com os títulos Minhas promessas e Promessas de Deus. Peça-lhes que preencham o gráfico consultando a seção intitulada “O convênio batismal”, Tópicos do Evangelho, “Batismo”

Este é um jogo de combinar para crianças mais novas, mas você pode usar as bandejas de sacramento como o topo das colunas para os títulos.


BAIXE AQUI

BAIXE AQUI


Princípio 5: O Salvador possibilitou que eu seja perdoado de meus pecados. Lamentações 1:1–2, 16; 3:22–26

Assim como o livro de Lamentações descreve poeticamente, muitas vezes nos sentimos tristes quando pecamos. Esses sentimentos podem nos inspirar a mudar e pedir perdão ao Pai Celestial.


Atividades sugeridas




BAIXE AQUI


  • Explique às crianças que, como os israelitas não se arrependeram, o templo e a cidade de Jerusalém foram destruídos. Peça às crianças que falem sobre como se sentiriam se morassem em Jerusalém naquela época. Leiam juntos Lamentações 1:1–2, 16. Que palavras e frases nesses versículos nos ajudam a entender como os israelitas podem ter se sentido? Como a mensagem em Lamentações 3:22–26 pode ter dado esperança a eles?

  • Peça às crianças que pensem em uma ocasião em que se sentiram tristes por uma escolha errada que fizeram. O que elas encontraram em Lamentações 3:22–26 que as ajuda a saber que o Senhor deseja as perdoar?


Por favor não modificar os documentos ou fazer venda deles. Este é para uso próprio, familiar e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Esses materiais em sua maioria, foram feitos com carinho e dedicação por nossa criadora das atividades, Crystal Wallace, originalmente em Inglês (theredcrystal.org) na qual são traduzidos para repostar em Português. Atualmente só estamos disponibilizando em (Inglês) e (Português), quando retornarmos com os materiais em (Espanhol) será comunicado!



Com amor,



Vem e Segue-Me Kids

6,039 views0 comments

Recent Posts

See All