top of page

Lição: 28 de Agosto a 3 de Setembro [1 Coríntios 8–13]

“Vós sois o corpo de Cristo”






Na época de Paulo, a cidade de Corinto era um grande centro comercial com moradores de todo o Império Romano, ou seja, de várias outras cidades com diversas culturas e religiões diferentes um dos outros. Com isso os membros da Igreja em Corinto se esforçavam por manter a união, e assim Paulo procurou ajudá-los a encontrar a unidade na sua crença em Cristo usando como exemplo o nosso corpo. Ele ensinou que, quando alguém se une à Igreja de Jesus Cristo, isto é, quando nos "batizamos, nos tornamos um só corpo" (1 Coríntios 12:13). Todas as partes do corpo são necessárias, quando um membro se perde, é como a perda de um órgão do corpo, que fica enfraquecido. Quando um membro sofre, todos devemos sentir sua dor e fazer nossa parte para proporcionar alívio a ele. Paulo não estava pedindo simplesmente que tolerassem as diferenças uns dos outros, com esse tipo de unidade, as diferenças não são apenas reconhecidas, mas também valorizadas, porque, sem membros de diferentes talentos e habilidades, o corpo seria limitado. Portanto, se você sempre se sente confortável estando na Igreja, ou então está em dúvida se realmente faz parte dela, a mensagem de Paulo para você é que essa unidade não representa monotonia. Você necessita de seus irmãos santos, e os seus irmãos santos necessitam de você.



Princípio 1: O Pai Celestial vai me ajudar a fazer escolhas corretas. 1 Coríntios 10:13


Nem sempre é fácil escolher o certo, e o Pai Celestial sabe disso. Quando pedirmos ajuda, Ele virá ao nosso socorro porque deseja nosso sucesso.


Atividades sugeridas

  • Leia 1 Coríntios 10:13 para as crianças e peça a elas que balancem a cabeça quando ouvirem as palavras “tentar” ou “tentação”. Explique o que esses versículos significam para você.

  • Conte breves histórias de pessoas que estão prestes a fazer uma escolha errada. Enquanto as crianças ouvem, convide-as a levantar as mãos ou um cartaz de pare quando a pessoa na história fizer uma escolha errada. Qual seria a escolha certa? Preste testemunho de que o Pai Celestial vai nos ajudar a escolher o certo.



Só a plaquinha:

  • Mostre uma gravura de Jesus e cante com as crianças uma música sobre Ele, como “Eu quero ser como cristo” (Músicas para Crianças, pp. 40–41).


  • Fale sobre como a lembrança de Jesus o ajuda a fazer boas escolhas. Mostre gravuras de outras coisas que nos ajudam a fazer boas escolhas, como os pais ou as escrituras. Pergunte às crianças o que as ajuda a fazer boas escolhas.


O Pai Celestial vai me ajudar a resistir à tentação. 1 Coríntios 10:13


As promessas nesses versículos dão às crianças a confiança de que elas podem resistir à tentação com a ajuda do Pai Celestial.


Atividades sugeridas

  • Peça que as crianças leiam 1 Coríntios 10:13 em dupla e resumam o versículo com suas próprias palavras. Convide as crianças a contar uma experiência na qual o Pai Celestial as ajudou resistir à tentação ou a evitá-la. O que podemos fazer para confiar no Pai Celestial quando somos tentados?

Para essa dinâmica, você vai precisar de fita adesiva e uma corda pequena ou tecido longo.

Coloque a fita adesiva no chão, coloque a corda no meio da fita adesiva.

Peça voluntários de duas crianças.

Depois de participarem do cabo de guerra, leia a escritura em 1 Coríntios 10:13. Pergunte as crianças como a tentação é como um cabo de guerra em nossas vidas ou em nosso cérebro. Como Deus nos ajuda a suportar isso? Qual é o caminho de fuga?


  • Escreva em tiras de papel as tentações que as crianças podem ter atualmente. Peça que as crianças escolham um papel e compartilhem o que o Pai Celestial nos deu para evitar essas tentações ou resistir a elas. Para algumas ideias, leiam juntos Alma 13:28–29.



Princípio 2: O Pai Celestial me abençoou com dons espirituais. 1 Coríntios 12:4, 7–12


O Pai Celestial deu dons espirituais a todos os Seus filhos. Que dons espirituais você vê nas crianças a quem ensina?


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que façam um desenho de um presente favorito que receberam. Explique-lhes que o Pai Celestial nos dá dons espirituais, ou presentes, para fortalecer nossa fé e nos ajudar a abençoar outras pessoas. Mostre às crianças alguns dos dons espirituais descritos em 1 Coríntios 12:7–11.

Vocês podem pedir às crianças que os ajudem a decidir quais são os presentes infantis e colocá-los em seus rostos. Podem usar esse tempo para dizer-lhes que Palavras de Sabedoria significa que esta criança diz coisas sábias ou tem um bom testemunho. Palavras de Conhecimento significa que elas estão aprendendo muito e compartilhando com outras pessoas... como (Amazon) Alexa. Curar significa que elas cuidam de alguém que está doente, como sua mãe quando ela precisa dormir. Fé é acreditar em Jesus mesmo quando não conseguem vê-Lo. A maioria das crianças dirá que elas desafiadoramente têm todos esses dons (:

Escolhemos 4 presentes descritos em Coríntios (os mais adequados para crianças). Deixamos uma palquinha explosão de poder em branco, para que possam escrever palavras como: Gentil, prestativo, amoroso... palavras que descrevam as crianças que você ensina.


Saliente que esses dons são para ajudar os outros, porque Jesus gosta quando servimos aos outros como Ele faz. É aí que você pode dar a elas as máscaras de olhos... para que olhem ao redor e encontrem pessoas a quem possam servir. Traga fio para prender as máscaras para os olhos.

  • Escreva um bilhete para cada criança descrevendo um dom espiritual que você viu nela (ou peça aos pais que escrevam esses bilhetes). Coloque os bilhetes em envelopes. Deixe que as crianças abram os envelopes e as ajude a ler sobre seus dons espirituais.

É mais fácil enviar uma mensagem de texto aos pais. Se quiser, você pode copiar o que os pais disseram nesta caixa de presente dobrável, para que possam guardá-la em um lugar especial. Segue uma em branco para as crianças decorarem como desejarem.



Tenho dons espirituais. 1 Coríntios 12:4, 7–12, 31; 13:1–8


Paulo ensinou que dons do espírito são “[dados] a cada um” (1 Coríntios 12:7). Esse princípio ajuda as crianças a construir seu senso de valor próprio, especialmente conforme usam seus dons para abençoar o próximo.


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que escrevam no quadro os dons espirituais que encontraram em 1 Coríntios 12:7–11; 13:2. Convide-as a encontrar mais dons mencionados em Morôni 10:8–18 e Doutrina e Convênios 46:13–26. Compartilhe com elas mais alguns dons espirituais mencionados pelo élder Marvin J. Ashton: “O dom de pedir; o dom de ouvir; (…) o dom de evitar atritos; (…) o dom de empenhar-se no que é correto; o dom de não julgar; o dom de voltar-se a Deus para conseguir orientação; (…) o dom de importar-se com outras pessoas e cuidar delas; (…) o dom de orar; o dom de prestar testemunho com vigor” (“Pois há muitos dons”, A Liahona, janeiro de 1988, p. 18). Conversem sobre os dons espirituais que as crianças veem umas nas outras.

Peça a classe que escrevam os presentes que ouviram nas etiquetas. Se perderam um ponto, então perderam um presente. Você não precisa fazer tudo isso, apenas imprima aqueles em que mais gostaria de focar. Se você tem uma criança que tem dificuldade para escrever, peça para ela colorir a etiqueta do presente sempre que ouvir a menção de outro presente.






Segue a parte do discurso:


Você Tem Algum Destes Dons?


“Citarei alguns dons que, apesar de nem sempre serem evidentes ou notados, são muito importantes. Entre esses dons podem estar os seus — dons não tão visíveis, mas ainda assim reais e valiosos.


Examinemos alguns desses dons menos conspícuos: o dom de pedir; o dom de ouvir; o dom de escutar e acatar a voz mansa e delicada; o dom de chorar; o dom de evitar contendas; o dom de ser agradável; o dom de evitar vãs repetições; o dom de buscar a retidão; o dom de não julgar; o dom de buscar a orientação de Deus; o dom de ser discípulo; o dom de se importar com o próximo; o dom de ser capaz de ponderar; o dom de orar; o dom de prestar um testemunho vigoroso; e o dom de receber o Espírito Santo.”

Élder Marvin J. Ashton (1915–1994), do Quórum dos Doze Apóstolos, “Pois Há Muitos Dons”, A Liahona, janeiro de 1988, p. 18.


Aqui uma outra ideia da Mitzi em comefollowmekid.com





Depois que todos tiverem aprendido sobre os dons espirituais, distribua-os com o nome de cada criança no topo. Os demais podem escrever um dom que vejam que aquela pessoa tem.

  • Antes da aula, pergunte aos pais das crianças em sua classe sobre os dons que eles veem nos filhos, ou pense nos dons deles você mesmo. Fale às crianças sobre esses dons. Peça que as crianças escrevam uma maneira de usar seus dons para abençoar alguém esta semana.

  • Compartilhe diferentes situações nas quais as pessoas podem usar um dom espiritual citado em 1 Coríntios 12:7–10. Convide as crianças a identificar os dons espirituais que podem ser usados em cada situação.



Princípio 3: Posso amar o próximo. 1 Coríntios 13


As escrituras ensinam que a caridade é “o puro amor de Cristo” (Morôni 7:47). Como você vai ajudar as crianças a desenvolver e expressar o amor cristão?


Atividades sugeridas


  • Cantem uma música sobre amar o próximo, como “Ama sempre ao teu irmão” ou “Amai-vos uns aos outros” (Músicas para Crianças, pp. 39, 74). Mostre gravuras de diferentes pessoas (como um pai ou uma mãe, um irmão ou uma irmã, um professor ou um amigo) e pergunte às crianças como elas podem servir a essas pessoas.

  • Peça que as crianças pensem em alguém a quem elas podem servir e que escrevam um bilhete ou façam um desenho para dar a essa pessoa. Se elas precisarem de outras ideias sobre como servir, mostre o vídeo “Passe Adiante” (ChurchofJesusChrist.org).



Princípio 4: Durante o sacramento, posso pensar em como estou seguindo o Salvador. 1 Coríntios 11:23–29


Ajude as crianças a entenderem como o sacramento é uma oportunidade de “examinarem” a si mesmas e renovarem seu convênio batismal de servir ao Senhor e guardar Seus mandamentos (1 Coríntios 11:28).


Atividades sugeridas

  • Peça a uma criança que leia 1 Coríntios 11:28. O que significa “examinar” a si mesmo antes de tomar o sacramento? Peça às crianças que pensem em outras pessoas que examinam coisas, como médicos, detetives ou cientistas (por exemplo, os médicos nos examinam para terem certeza de que estamos saudáveis). Quando tomamos o sacramento, o que podemos fazer para examinar a maneira como estamos vivendo nossos convênios batismais?

  • Peça às crianças que façam uma lista de coisas em que podem pensar quando tomam o sacramento. Convide-as a usar sua lista como um lembrete para examinarem a si mesmas durante o sacramento.

Aqui estão alguns marcadores que as crianças podem usar para ajudá-las a lembrar desta lição.



Segue videoaula dessa semana:


Por favor, não modificar os documentos ou faça a venda deles. Este é para uso próprio e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Os materiais aqui são produzidos com carinho e dedicação por nossa colaboradora Crystal Wallace, original (theredcrystal.org) e concedido à tradução e uso pelo nosso site. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Agradecemos a compreensão e ajuda.

Com amor,

Vem e Segue-Me Kids

9.075 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Kati Cagnone
Kati Cagnone
Sep 03, 2023

olá equipe, hoje realizei minha segunda aula com os valorosos, agradeço a vocês, pois realizei uma excelente aula! Obrigada pelos materiais deixados, Nosso Pai Celestial está muito feliz com vocês.

Like
bottom of page