top of page

Lição: 27 de novembro a 3 de dezembro [1–3 João; Judas]

Atualizado: 2 de dez. de 2023

“Deus é amor”






As 3 epístolas (cartas) de João, embora o nome dele não seja mencionado em nenhuma delas, a linguagem é tão semelhante à do Apóstolo João que se supõe ter sido ele o autor das três. A primeira carta de João, admoesta os santos a terem comunhão com Deus; Enfatiza que os santos conhecem Deus pela obediência e instrui-os a não amarem o mundo; Conclama todos a se tornarem os filhos de Deus e a se amarem uns aos outros; Explica que Deus é amor e que vive naqueles que O amam; Explica que os santos são nascidos de Deus por meio da crença em Cristo. A segunda carta é semelhante à primeira, nela João se regozija em virtude da fidelidade dos filhos da “senhora eleita.” Na terceira carta João elogia um homem chamado Gaio por sua fidelidade e auxílio aos que amam a verdade. A epístola de Judas é uma carta de Judas a alguns santos que vacilavam na fé. Eles enfraqueceram-se porque existia em seu meio alguns que professavam ser cristãos mas que praticavam uma imoral adoração pagã e afirmavam estar acima da lei moral. Judas queria despertar nos santos a consciência do perigo espiritual que corriam e motivá-los a permanecerem fiéis. Dentre as passagens notáveis de Judas destaca-se o versículo 6, que relata a guerra nos céus e expulsão de Lúcifer e seus anjos do estado pré-mortal e os versículos 14–15, que citam uma profecia de Enoque.


Princípio 1: Seguir a Jesus traz luz para minha vida. 1 João 1:5–7; 2:8–11


João escreveu sobre a luz para ensinar a respeito da influência que o Pai Celestial e Jesus têm sobre nossa vida. Reflita sobre maneiras pelas quais você pode ajudar as crianças a aprender sobre a luz que Eles oferecem.


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que citem coisas que geram luz. Converse com elas sobre os benefícios da luz, como ajudar as plantas a crescer, permitir que enxerguemos, dar calor. Para entender como Jesus nos traz luz, as crianças poderiam se revezar acendendo uma lanterna na direção de uma gravura de Jesus Cristo enquanto dizem: “Deus é luz” (1 João 1:5). Preste testemunho de que o Pai Celestial e Jesus Cristo trazem luz à nossa vida quando tentamos seguir o que Eles dizem.


Peça aos alunos que desenhem ou escrevam em cada seção da página. Quais são algumas das coisas que fazemos para seguir a Deus? Alguns exemplos de coisas que podem fazer: ler as escrituras, amar os outros, seguir o profeta. Em seguida, entregue-lhes a peça do quebra-cabeça para cobrir a imagem. Quando o quadro estiver completo, testifique que ao fazermos essas coisas, resplandecemos a luz de Deus.



  • Peça às crianças que se revezem segurando a gravura de uma lâmpada ou vela. Enquanto as crianças seguram a gravura, ajude-as a pensar em uma maneira de podermos trazer a luz de Jesus Cristo à nossa vida.




Princípio 2: Demonstro meu amor a Deus quando demonstro meu amor por outras pessoas. 1 João 4:10–11, 20–21


Ajude as crianças a ver a ligação entre o amor que sentem pelo Pai Celestial e o amor que demonstram pelos filhos Dele.


Atividades sugeridas

  • Leia 1 João 4:11 para as crianças e cante com elas uma música sobre o amor de Deus, como “Meu Pai Celestial me tem afeição” (Músicas para Crianças, pp. 16–17). Peça a algumas crianças que contem como sabem que o Pai Celestial as ama. Depois de cada resposta, peça às crianças que abracem a si mesmas e digam: “Deus é amor e Deus me ama”.

Clique na imagem para a página para baixar o PDF.


  • Leia 1 João 4:21 para as crianças. Convide-as a falar ou representar maneiras de demonstrar amor a um amigo, como lhe dar um abraço ou fazer um cartão para ele. Como nossos amigos se sentem com esses atos? Como o Pai Celestial Se sente quando fazemos coisas gentis para outras pessoas?


Podem imprimir em P&B para que as crianças possam colorir. Imprima em cartolina.


Demonstro meu amor a Deus quando demonstro meu amor por outras pessoas. 1 João 2:8–11; 4:7–8, 20–21


Como você vai ajudar as crianças a compreender que para amar a Deus precisamos amar as pessoas ao nosso redor — mesmo aquelas que são diferentes ou difíceis de amar?


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que imaginem que alguém novo começou a frequentar a escola ou a ala delas e ainda não conhece ninguém nesse lugar. Como essa pessoa pode se sentir? Peça a uma criança que leia 1 João 4:7–8. O que esses versículos nos sugerem sobre a maneira como devemos tratar essa pessoa? Cite situações semelhantes ou peça que as crianças pensem em situações nas quais tenham oportunidades de demonstrar amor.

Diga as crianças que elas vão brincar de batata quente com o coração, mas não poderão passar até ouvirem a palavra amor. Em seguida, leia a escritura, a última pessoa que segura o coração pode ler a escritura novamente enquanto os demais passam o coração. Continue até que as crianças percam o interesse e/ou tenham aprendido a escritura muito bem1 João 4:7–8. Pergunte-lhes o que acham que Deus está tentando nos dizer nas escrituras.


  • Peça às crianças que leiam 1 João 4:7–8, 20–21 e as convide a escrever individualmente uma frase que resuma, na opinião delas, a lição mais importante nesses versículos. Após elas compartilharem suas sentenças, conte uma história de sua vida ou das revistas Meu Amigo ou Liahona que, na sua opinião, ilustra o ensinamento desses versículos (ver, por exemplo, “Bem-vindo, Halim”, Liahona, junho de 2019, p. A18). Convide as crianças a citar seus próprios exemplos. Como podemos demonstrar amor às pessoas ao nosso redor?


Depois de conversarem sobre essa história juntos. Você pode distribuir esses baldes com o nome de cada aluno no topo. Incentive os alunos a escrever algo legal no balde de todos.



Pode ser bom incentivar seus alunos a fazerem isso:




Princípio 3: Demonstro meu amor a Deus quando guardo Seus mandamentos. 1 João 2:3–5; 5:3


João ensinou que os “mandamentos [de Deus] não são pesados” (1 João 5:3). Pelo contrário, seguir os mandamentos é uma forma de expressar amor por Ele.


Atividades sugeridas

  • Leia 1 João 5:3 e peça às crianças que ouçam o que esse versículo diz sobre como podemos demonstrar que amamos a Deus. Peça que as crianças citem tantos mandamentos quanto puderem. Como nos sentimos quando obedecemos aos mandamentos do Pai Celestial?

  • Peça às crianças que façam um desenho representando uma maneira pela qual elas podem mostrar ao Pai Celestial que O amam. Por exemplo, peça que desenhem a si mesmas cumprindo um dos mandamentos.

  • Cantem juntos uma música sobre obediência, como “Escolhendo o que é certo” (Músicas para Crianças, pp. 82–83). Como nos sentimos quando obedecemos?


Demonstro meu amor a Deus quando guardo Seus mandamentos. 1 João 2:3–6; 4:17–18; 5:2–5


Obedecer aos mandamentos pode ser mais fácil quando compreendemos as verdades ensinadas em 1 João 5:3. Como você vai ajudar as crianças a compreender que obedecer aos mandamentos não é uma carga pesada, mas, sim, uma oportunidade de expressar nosso amor a Deus?


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que façam uma lista no quadro de maneiras de demonstrar a Deus que elas O amam. Depois leiam juntos 1 João 2:5–6; 5:2–5 para mais sugestões. Como a obediência aos mandamentos demonstra que amamos o Pai Celestial?

  • Leia 1 João 4:17 e explique às crianças que “no dia do juízo [ter] confiança” significa ter confiança e paz quando ficarem perante Deus para serem julgadas. O que esse versículo ensina que precisamos fazer para ter essa confiança? Quais são algumas coisas que podemos fazer agora para ter confiança perante Deus?



Princípio 4: Posso ser fiel mesmo quando as pessoas zombam de mim. Judas 1:18–22


Por sermos discípulos de Jesus Cristo, as pessoas, às vezes, nos ridicularizam devido às nossas crenças ou à forma como vivemos. Esses versículos contêm o conselho de Judas sobre como permanecer fiel em tais situações.


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que contem sobre ocasiões em que elas, ou alguém que elas conhecem, foram ridicularizadas por terem agido da maneira correta. Peça que leiam Judas 1:18–22 e identifiquem como podemos permanecer fiéis quando zombam de nós ou nos ridicularizam. Escreva no quadro o que elas encontrarem e conversem sobre maneiras de seguir esse conselho.

  • Resuma o sonho de Leí (ver 1 Néfi 8:1–35), pedindo a algumas crianças que leiam os versículos em 1 Néfi 8:26–28, 33. Conversem sobre como as pessoas no grande e espaçoso edifício eram como os escarnecedores que Judas citou. O que podemos fazer para não ser influenciados por aqueles que zombam de nós ou não concordam com o que acreditamos? (Ver 1 Néfi 8:30, 33.)




Videoaula da semana:



Por favor, não modificar os documentos ou faça a venda deles. Este é para uso próprio e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Os materiais aqui são produzidos com carinho e dedicação por nossa colaboradora Crystal Wallace, original (theredcrystal.org) e concedido à tradução e uso pelo nosso site. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Agradecemos a compreensão e ajuda.

Com amor,

Vem e Segue-Me Kids

7.143 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page