Lição: 14 a 20 de Fevereiro [Gênesis 18-23]

Updated: Feb 16

“Haveria coisa alguma difícil ao Senhor?”



Nessa semana veremos grandes emoções e a fé de Abraão ser testada. O Senhor é cumpridor de Suas promessas, precisamos confiar Nele e ser obediêntes para ser merecedores de Suas bênçãos. Veremos a semelhança de Abraão em sacrificar seu filho Isaque, com a do Pai Celestial que nos enviou Seu Filho amado Jesus Cristo, em sacrifício por amor a todos nós!


Clique na imagem para assistir ao vídeo ("Abraão e Isaque - História do Velho Testamento")



Princípio 1: Posso confiar que Deus cumpre Suas promessas. (Gênesis 18:9–14; 21:1–7)


Embora Deus tivesse prometido que Sara e Abraão teriam um filho, à medida que envelheciam, parecia improvável que a promessa fosse cumprida. Como você pode usar essa história para ajudar as crianças a ter fé que Deus sempre cumprirá Suas promessas?


Atividades sugeridas

  • Resuma a promessa de Deus a Abraão e Sara de que eles teriam um filho e o cumprimento dessa promessa (ver Gênesis 17:15–19, 18:9–14; 21:1–7). Ou convide um casal da ala para se vestir como Abraão e Sara e contar a história deles. Ajude as crianças a entender que Abraão e Sara eram muito idosos para ter filhos. Faça a pergunta de Gênesis 18:14 para as crianças: “Haveria coisa alguma difícil ao Senhor?” Testifique que o Senhor pode cumprir Suas promessas mesmo que pareçam impossíveis.

Fantoches ou imagens para ajudar a contar a história.

Baixe aqui PDF Colorido

Baixe aqui PDF P&B

  • Faça uma promessa para as crianças que você cumprirá ao final da aula (por exemplo, que você permitirá que elas pintem um desenho). Durante a aula, lembre-as de sua promessa e depois a cumpra. Explique-lhes que o Senhor sempre cumpre Suas promessas.

Aqui está uma página para colorir que incorpora as imagens das promessas, mas vocês também podem imprimir os bonecos acima em preto e branco.

Baixe aqui PDF

  • Peça às crianças que comentem sobre uma ocasião em que tiveram que esperar por algo que queriam muito.


  • Cante uma música com as crianças que testifique das promessas de Deus, como “Guarda os mandamentos” (Música para Crianças, pp. 68–69). Ajude as crianças a identificar coisas que Deus nos prometeu se formos fiéis.


  • Mostre uma gravura de um batismo ou do sacramento (ver Livro de Gravuras do Evangelho, n°s 103, 104, 107 e 108). Ajude as crianças a aprender sobre as promessas que fazemos a Deus e o que Deus promete em troca, quando somos batizados e tomamos o sacramento. (Ver Sempre Fiéis, pp. 23–27.)

Baixe a qui o PDF

Baixe aqui PDF


O Senhor cumpre Suas promessas mesmo quando parecem impossíveis. (Gênesis 18:9–14; 21:1–7)


Foi dito a Abraão e Sara que eles teriam um filho, mas parecia impossível porque Abraão tinha 100 anos e Sara 90 (ver Gênesis 17:17). Deus cumpriu Sua promessa e essa história pode ajudar as crianças a fortalecer sua fé nas promessas de Deus para elas.


Atividades sugeridas

  • Escreva cada palavra da primeira frase de Gênesis 18:14 em um pedaço de papel separado e dê um para cada criança. Depois peça à classe que coloque as palavras na ordem correta.

Baixe aqui PDF

  • Leia Gênesis 18:9–14; 21:1–7 com as crianças para identificar um exemplo da vida de Sara e Abraão quando o Senhor fez algo que parecia impossível. O que podemos aprender com a experiência de Sara e Abraão que pode nos incentivar a confiar nas promessas de Deus?


  • Mostre gravuras de histórias das escrituras em que Deus fez algo que parecia improvável ou difícil (por exemplo, ver Livro de Gravuras do Evangelho, n°s 7, 8, 25 e 26). Peça às crianças que contem o que sabem sobre os acontecimentos representados nessas gravuras e ajude-as a ver como o Senhor cumpriu Suas promessas em cada exemplo. Conte como o Senhor cumpriu Suas promessas em sua vida ou na vida das pessoas que você conhece (para alguns exemplos das promessas do Senhor, ver Malaquias 3:10; João 14:26–27; Doutrina e Convênios 89:18–21). Deixe as crianças contarem exemplos semelhantes que elas conhecem.


Princípio 2: Abraão obedeceu ao Senhor. (Gênesis 22:1–14)


Era muito difícil para Abraão cumprir o mandamento de sacrificar seu filho. Reflita sobre como você pode usar essa história de modo apropriado para incentivar as crianças a obedecer a Deus mesmo quando for difícil ou quando elas não conhecerem plenamente os motivos de Seus mandamentos.


Atividades sugeridas

  • Mostre uma gravura de Abraão e Isaque (ver o esboço de estudo desta semana em Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar) e use-a para contar a história de Abraão e Isaque (ver também “Abraão e o sacrifício de Isaque”, em Histórias do Velho Testamento). Mostre uma gravura de Jesus Cristo e converse com as crianças sobre como a história de Abraão e Isaque pode nos lembrar do sacrifício que o Pai Celestial e Jesus Cristo fizeram por nós.

Clique na imagem para assistir ao vídeo ("Capítulo 09: Abraão e o Sacrifício de Isaque")


  • Faça um jogo simples que exija que as crianças sigam instruções. Por exemplo, as instruções poderiam levar a uma gravura do Salvador escondida na classe. Quais são algumas coisas que o Pai Celestial nos pediu que fizéssemos? Ajude as crianças a entender que guardar Seus mandamentos nos ajudará a voltar a viver com Ele e com Jesus Cristo um dia.



Baixe aqui PDF

Baixe aqui PDF



Princípio 3: Posso fugir da iniquidade. (Gênesis 19:15–26)


O relato de Ló e sua família fugindo de uma cidade iníqua pode inspirar as crianças a fugir das influências do mal na vida delas.


Atividades sugeridas

  • Faça um resumo de Gênesis 19:15–26 explicando que a família de Ló vivia em uma cidade muito iníqua e os anjos os advertiram a sair. Leiam juntos os versículos 15–17, 26 e ajude as crianças a pensar sobre o que pode significar para elas hoje “escapar” do mal e “não olhar para trás” (ver o versículo 17).


  • Mostre a gravura do Salvador e peça às crianças que deem um passo na direção dela quando mencionarem uma coisa que podem fazer para fugir da iniquidade e se aproximar de Cristo.


Baixe aqui PDF

  • Debata situações em que um amigo convida as crianças a fazer algo que elas sabem que não é certo. Como “fugiríamos” dessas situações? O que poderíamos dizer ao nosso amigo?

Princípio 4: O Pai Celestial enviou Seu Filho, que Se sacrificou por nós. (Gênesis 22:1–14)


Ao ensinar sobre a disposição de Abrão de sacrificar Isaque, seja sensível aos sentimentos das crianças. Use essa história para ajudar as crianças a fortalecer seu amor e sua gratidão pelo sacrifício do Salvador.


Atividades sugeridas

  • Para ajudar as crianças a aprender a história de Gênesis 22:1–14, leia os versículos para elas e peça-lhes que desenhem o que você está lendo. Por que o mandamento do Senhor de sacrificar Isaque teria sido difícil para Abraão cumprir? O que aprendemos sobre Abraão com essa história?

Baixe aqui o PDF

  • Use gravuras de Abraão e Isaque e da Crucificação (ver Livro de Gravuras do Evangelho, nºs 9 e 57) para comparar a história de Gênesis 22 com o sacrifício do Salvador (ver Mateus 27:26–37). O que podemos aprender sobre o Pai Celestial e Jesus Cristo com os relatos de Abraão e Isaque e o da Crucificação?


  • Mostre o vídeo “Porque Deus Amou o Mundo de Tal Maneira” (ChurchofJesusChrist.org), ou cantem juntos uma música sobre o sacrifício do Salvador, como “Ele mandou Seu Filho” (Músicas para Crianças, pp. 20–21). Peça às crianças que falem sobre como o sacrifício de Jesus demonstra o amor do Pai Celestial por nós.




Segue o vídeo da historinha da semana sobre quando Deus testou Abraão para ver se ele estava disposto a obedecer. Vamos observar e ver o que Deus pediu a Abraão para fazer, e se Abraão estava disposto a obedecer!



Com amor,


Vem e Segue-Me Kids

6,544 views0 comments

Recent Posts

See All