Lição: 7 a 13 de Fevereiro [Gênesis 12–17; Abraão 1–2]

Updated: Mar 11

“Ser maior seguidor da retidão”


Nesta semana aprenderemos mais sobre "o pai dos fiéis" e "amigo de Deus", o profeta Abraão. (Doutrina e Convênios 138:41) e (Tiago 2:23). Aprenderemos também, o quanto fazer convênios e cumpri-los é determinante para nosso crescimento espiritual, assim como para a nossa felicidade eterna ao lado do Pai Celestial e Seu Filho Amado, Jesus Cristo. Que tal aproveitar esta lição para refletir se seu coração é de alguém pacificador e cumpridor de promessas?


(Clique na imagem para assistir ao vídeo "Abraão e Sara - Histórias do Velho Testamento")


Princípio1: Jesus Cristo pode me conduzir pela mão. (Abraão 1:18; 2:8)


Abraão queria ser justo embora os membros de sua família fossem iníquos. O Senhor disse a ele: “Te conduzirei pela minha mão” (Abraão 1:18). Assim como Deus prometeu ajudar Abraão, Ele pode conduzir seus alunos quando eles desejarem escolher o certo.


Atividades sugeridas

  • Leia para as crianças Abraão 1:18 e 2:8 e peça-lhes que prestem atenção à parte do corpo que é mencionada nos dois versículos. Como seria a sensação de ter Jesus Cristo nos conduzindo pela mão ou tendo Sua mão nos protegendo? Testifique que Jesus nos conduz, guiando-nos por meio do Seu Espírito.

Baixe aqui o PDF

  • Use “Abraão” (em Histórias do Velho Testamento) para ajudar as crianças a entender que as pessoas ao redor de Abraão estavam fazendo coisas erradas, mas Abraão queria fazer o que era certo e o Senhor o ajudou. Como o Pai Celestial e Jesus Cristo nos ajudam quando tentamos escolher o certo? Cante um hino relacionado a esse princípio, como “Faz-me andar só na luz” (Músicas para Crianças, p. 70).

(Clique na imagem para assistir ao vídeo)




  • Mostre várias gravuras do Salvador (ver Livro de Gravuras do Evangelho, nºs 38, 39, 40 e 41) e ajude as crianças a ver as coisas que Ele fez com Suas mãos. O que podemos fazer com nossas mãos para ajudar o próximo?

Princípio 2: Posso ser um pacificador. (Gênesis 13:5–12)


Quando os pastores do gado de Abraão e os pastores do gado de Ló se desentenderam sobre as terras de pastagem, Abraão propôs uma solução que trouxe paz. Você pode usar esse exemplo para inspirar as crianças a serem pacificadoras.

Trecho do discurso: "Bem-aventurados os Pacificadores", Outubro de 2002 - Presidente Russell M. Nelson


Atividades sugeridas

  • Conte para as crianças a história de Gênesis 13:5–12 e peça-lhes que a encenem. Deixe as crianças se revezarem fingindo ser Abraão, seu sobrinho Ló e os pastores. Recomende maneiras pelas quais elas podem seguir o exemplo de Abraão de serem pacificadoras, como revezar um brinquedo quando estiverem brincando com um amigo. Peça-lhes que façam uma encenação desses exemplos.

Abaixo estão algumas máscaras para auxiliar na encenação.


Baixe aqui o PDF


Posicione estas fotos em lados opostos da sala. Leia as situações para as crianças e peça-lhes que escolham qual é o lado correto, movendo-se para o lado da sala.

Baixe aqui o PDF

  • Leia Mateus 5:9 e explique-lhes que Jesus deseja que sejamos pacificadores. Ajude as crianças a pensar em coisas que podem fazer para serem pacificadoras em casa ou com os amigos. Peça-lhes que desenhem a si mesmas sendo pacificadoras. Peça às crianças que contem como se sentem quando são pacificadoras como Jesus Cristo.

Todos nós enfrentamos situações que nos tentam a ficar frustrados e contestadores. Pense em como a história de Abraão e Ló pode ajudar as crianças a serem pacificadoras em tais situações.


Atividades sugeridas

  • Escreva no quadro Personagens principais, Cenário, Problema e Solução. Peça às crianças que leiam Gênesis 13:5–12 e identifiquem as partes da história relacionadas no quadro. Ajude as crianças a pensar em situações em que poderiam ser pacificadoras, como quando alguém discute ou tenta brigar. Peça-lhes que façam uma encenação de como podem ser pacificadoras nessas situações.

  • Ajude as crianças a encontrar os temas “Paz” e “Pacificador” no Guia para Estudo das Escrituras (scriptures.ChurchofJesusChrist.org). Peça a cada criança que escolha uma escritura sobre paz e compartilhe com a classe o que aprendeu. Ajude-as a pensar em alguns exemplos do Salvador sendo pacificador, como em Lucas 22:50–51. Como podemos seguir Seu exemplo?

Princípio 3: O Pai Celestial ouve e responde nossas orações. ( Abraão 1:12–17)


Quando a vida de Abraão estava em perigo, ele clamou a Deus e foi resgatado. Talvez as crianças que você ensina tenham suas próprias experiências com a oração que elas possam compartilhar.


Atividades sugeridas

  • Mostre-lhes a gravura Um Anjo Salva Abraão (ChurchofJesusChrist.org) e convide as crianças a contar o que sabem sobre a história que ela descreve, que se encontra em Abraão 1:12, 15–17. Peça às crianças que leiam esses versículos e contem as coisas que aprenderam sobre a oração.

Baixe aqui o PDF

  • Peça às crianças que contem experiências em que o Pai Celestial respondeu suas orações e conte uma de suas próprias experiências.

Princípio 4: É importante cumprir minhas promessas e guardar os convênios que fiz com o Pai Celestial. (Gênesis 15:1–6; 17:1–8; Abraão 2:8–11)


Aprender sobre o convênio que Deus fez com Abraão e Sara pode ajudar as crianças a entender o que significa cumprir promessas. Também pode ajudá-las a se preparar para fazer e cumprir convênios.


Atividades sugeridas

  • Pergunte às crianças se elas sabem o que é uma promessa ou um convênio. Peça-lhes que contem experiências quando fizeram uma promessa ou quando alguém fez uma promessa a elas. Se for útil, compartilhe alguns de seus próprios exemplos. Ajude as crianças a entender que Abraão e Sara prometeram obedecer a Deus. Escolha frases de Gênesis 15:1–6; 17:1–8; Abraão 2:9–11 para compartilhar algumas das bênçãos que Deus prometeu a eles. Elas podem incluir “Não temas Abrão, eu sou o teu escudo”, “Serás o pai de uma multidão de nações” ou “Serão abençoadas todas as famílias da Terra”.


Baixe aqui o PDF

Baixe aqui o PDF

  • Quais são algumas promessas simples que as crianças poderiam fazer e cumprir durante a aula? Por exemplo, peça-lhes que prometam permanecer sentadas por alguns minutos ou arrumar as cadeiras no final da aula. Conte para elas uma vez em que você fez uma promessa e a cumpriu, e convide-as a contar algumas experiências que tiveram. Ajude-as a entender que elas farão promessas com o Pai Celestial quando forem batizadas e quando forem ao templo.

Ensinar às crianças sobre o convênio que Deus fez com Abraão e Sara pode ajudá-las a pensar sobre seus próprios convênios.


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que leiam Gênesis 17:1–8 e Abraão 2:8–11 e façam duas listas: o que foi pedido a Abraão que fizesse e o que o Senhor prometeu em troca. O que aprendemos sobre o Senhor nesses versículos?

Baixe aqui o PDF


Baixe aqui o PDF

Baixe aqui o PDF

  • Mostre uma gravura de alguém sendo batizado (ver Livro de Gravuras do Evangelho, n°s 103 e 104). Peça às crianças que façam uma lista das promessas que uma pessoa faz no batismo e as promessas que Deus faz em troca. Sugira às crianças que leiam Mosias 18:10; Doutrina e Convênios 20:37, 77, 79 para obter ajuda. O que podemos fazer para guardar os convênios que fizemos no batismo?

Abaixo desenhos para colorir.

Baixe aqui o PDF

Baixe aqui o PDF


Segue o vídeo da história da semana! Abraão e Ló! Vamos assistir e ver por qual motivo existia um conflito entre eles e se conseguiram encontrar uma solução para o problema.




Com amor,


Vem e Segue-Me Kids


7,013 views2 comments

Recent Posts

See All