top of page

Lição: 7 a 13 de Fevereiro [Gênesis 12–17; Abraão 1–2]

Atualizado: 18 de mai. de 2023

“Ser maior seguidor da retidão”






Nesta semana aprenderemos mais sobre "o pai dos fiéis" e "amigo de Deus", o profeta Abraão. Aprenderemos também, o quanto fazer convênios e cumpri-los é determinante para nosso crescimento espiritual, assim como para a nossa felicidade eterna ao lado do Pai Celestial e Seu Filho Amado, Jesus Cristo. Que tal aproveitar esta lição para refletir se seu coração é de alguém pacificador e cumpridor de promessas?



Princípio1: Jesus Cristo pode me conduzir pela mão. (Abraão 1:18; 2:8)


Abraão queria ser justo embora os membros de sua família fossem iníquos. O Senhor disse a ele: “Te conduzirei pela minha mão” (Abraão 1:18). Assim como Deus prometeu ajudar Abraão, Ele pode conduzir seus alunos quando eles desejarem escolher o certo.


Atividades sugeridas

  • Leia para as crianças Abraão 1:18 e 2:8 e peça-lhes que prestem atenção à parte do corpo que é mencionada nos dois versículos. Como seria a sensação de ter Jesus Cristo nos conduzindo pela mão ou tendo Sua mão nos protegendo? Testifique que Jesus nos conduz, guiando-nos por meio do Seu Espírito.

  • Use “Abraão” (em Histórias do Velho Testamento) para ajudar as crianças a entender que as pessoas ao redor de Abraão estavam fazendo coisas erradas, mas Abraão queria fazer o que era certo e o Senhor o ajudou. Como o Pai Celestial e Jesus Cristo nos ajudam quando tentamos escolher o certo? Cante um hino relacionado a esse princípio, como “Faz-me andar só na luz” (Músicas para Crianças, p. 70).






  • Mostre várias gravuras do Salvador (ver Livro de Gravuras do Evangelho, nºs 38, 39, 40 e 41) e ajude as crianças a ver as coisas que Ele fez com Suas mãos. O que podemos fazer com nossas mãos para ajudar o próximo?



Princípio 2: Posso ser um pacificador. (Gênesis 13:5–12)


Quando os pastores do gado de Abraão e os pastores do gado de Ló se desentenderam sobre as terras de pastagem, Abraão propôs uma solução que trouxe paz. Você pode usar esse exemplo para inspirar as crianças a serem pacificadoras.


Atividades sugeridas

  • Conte para as crianças a história de Gênesis 13:5–12 e peça-lhes que a encenem. Deixe as crianças se revezarem fingindo ser Abraão, seu sobrinho Ló e os pastores. Recomende maneiras pelas quais elas podem seguir o exemplo de Abraão de serem pacificadoras, como revezar um brinquedo quando estiverem brincando com um amigo. Peça-lhes que façam uma encenação desses exemplos.

Abaixo estão algumas máscaras para auxiliar na encenação.



Posicione estas fotos em lados opostos da sala. Leia as situações para as crianças e peça-lhes que escolham qual é o lado correto, movendo-se para o lado da sala.

  • Leia Mateus 5:9 e explique-lhes que Jesus deseja que sejamos pacificadores. Ajude as crianças a pensar em coisas que podem fazer para serem pacificadoras em casa ou com os amigos. Peça-lhes que desenhem a si mesmas sendo pacificadoras. Peça às crianças que contem como se sentem quando são pacificadoras como Jesus Cristo.


Todos nós enfrentamos situações que nos tentam a ficar frustrados e contestadores. Pense em como a história de Abraão e Ló pode ajudar as crianças a serem pacificadoras em tais situações.


Atividades sugeridas

  • Escreva no quadro Personagens principais, Cenário, Problema e Solução. Peça às crianças que leiam Gênesis 13:5–12 e identifiquem as partes da história relacionadas no quadro. Ajude as crianças a pensar em situações em que poderiam ser pacificadoras, como quando alguém discute ou tenta brigar. Peça-lhes que façam uma encenação de como podem ser pacificadoras nessas situações.


  • Ajude as crianças a encontrar os temas “Paz” e “Pacificador” no Guia para Estudo das Escrituras (scriptures.ChurchofJesusChrist.org). Peça a cada criança que escolha uma escritura sobre paz e compartilhe com a classe o que aprendeu. Ajude-as a pensar em alguns exemplos do Salvador sendo pacificador, como em Lucas 22:50–51. Como podemos seguir Seu exemplo?

Trecho do discurso: "Bem-aventurados os Pacificadores", Outubro de 2002 - Presidente Russell M. Nelson



Princípio 3: É importante cumprir minhas promessas. (Gênesis 15:1–6; 17:1–8; Abraão 2:9–11)


Aprender sobre o convênio que Deus fez com Abraão e Sara pode ajudar as crianças a entender o que significa cumprir promessas. Também pode ajudá-las a se preparar para fazer e cumprir convênios.


Atividades sugeridas

  • Pergunte às crianças se elas sabem o que é uma promessa ou um convênio. Peça-lhes que contem experiências quando fizeram uma promessa ou quando alguém fez uma promessa a elas. Se for útil, compartilhe alguns de seus próprios exemplos. Ajude as crianças a entender que Abraão e Sara prometeram obedecer a Deus. Escolha frases de Gênesis 15:1–6; 17:1–8; Abraão 2:9–11 para compartilhar algumas das bênçãos que Deus prometeu a eles. Elas podem incluir “Não temas Abrão, eu sou o teu escudo”, “Serás o pai de uma multidão de nações” ou “Serão abençoadas todas as famílias da Terra”.


Clique no link abaixo para o PDF direto do site da Igreja


  • Quais são algumas promessas simples que as crianças poderiam fazer e cumprir durante a aula? Por exemplo, peça-lhes que prometam permanecer sentadas por alguns minutos ou arrumar as cadeiras no final da aula. Conte para elas uma vez em que você fez uma promessa e a cumpriu, e convide-as a contar algumas experiências que tiveram. Ajude-as a entender que elas farão promessas com o Pai Celestial quando forem batizadas e quando forem ao templo.


Posso guardar os convênios que fiz com o Pai Celestial. (Gênesis 17:1–8; Abraão 2:8–11)


Ensinar às crianças sobre o convênio que Deus fez com Abraão e Sara pode ajudá-las a pensar sobre seus próprios convênios.


Atividades sugeridas

  • Peça às crianças que leiam Gênesis 17:1–8 e Abraão 2:8–11 e façam duas listas: o que foi pedido a Abraão que fizesse e o que o Senhor prometeu em troca. O que aprendemos sobre o Senhor nesses versículos?



Clique no link abaixo para pág. de atividade do site da Igreja


  • Mostre uma gravura de alguém sendo batizado (ver Livro de Gravuras do Evangelho, n°s 103 e 104). Peça às crianças que façam uma lista das promessas que uma pessoa faz no batismo e as promessas que Deus faz em troca. Sugira às crianças que leiam Mosias 18:10; Doutrina e Convênios 20:37, 77, 79 para obter ajuda. O que podemos fazer para guardar os convênios que fizemos no batismo?



Princípio 4: O Pai Celestial ouve e responde nossas orações. ( Abraão 1:12–17)


Quando a vida de Abraão estava em perigo, ele clamou a Deus e foi resgatado. Talvez as crianças que você ensina tenham suas próprias experiências com a oração que elas possam compartilhar.


Atividades sugeridas

  • Mostre-lhes a gravura Um Anjo Salva Abraão (ChurchofJesusChrist.org) e convide as crianças a contar o que sabem sobre a história que ela descreve, que se encontra em Abraão 1:12, 15–17. Peça às crianças que leiam esses versículos e contem as coisas que aprenderam sobre a oração.

Clique no link abaixo para o PDF direto do site da Igreja


  • Peça às crianças que contem experiências em que o Pai Celestial respondeu suas orações e conte uma de suas próprias experiências.


Segue o vídeo da história da semana! Abraão e Ló! Vamos assistir e ver por qual motivo existia um conflito entre eles e se conseguiram encontrar uma solução para o problema.



Por favor, não modificar os documentos ou faça a venda deles. Este é para uso próprio e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Os materiais aqui são produzidos com carinho e dedicação por nossa colaboradora Crystal Wallace, original (theredcrystal.org) e concedido à tradução e uso pelo nosso site. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Agradecemos a compreensão e ajuda.




Com amor,


Vem e Segue-Me Kids

8.769 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 comentarios


Sheyla Mendonça
Sheyla Mendonça
10 mar 2022

As aulinhas estão me ajudando,muito obrigada

Me gusta

rakellys santos
rakellys santos
12 feb 2022

Excelente Material

Muito obrigada pela ajuda.

Me gusta
bottom of page