top of page

Lição: 11 a 17 de setembro [2 Coríntios 1–7]

“Que vos reconcilieis com Deus”







Algumas vezes, ser um líder na Igreja significa ter de dizer certas coisas difíceis. Isso acontecia nos dias de Paulo assim como acontece hoje em dia. Aparentemente uma carta anterior de Paulo aos santos coríntios trazia correções que deixaram alguns membros ofendidos. Na carta que se tornou 2 Coríntios, ele procurou explicar o que havia motivado suas palavras severas: “Porque em muita tribulação e angústia do coração vos escrevi com muitas lágrimas, não para que vos entristecêsseis, mas para que conhecêsseis o amor que abundantemente vos tenho” (2 Coríntios 2:4). Quando estamos na situação de receber alguma correção de um líder, isso nos ajuda a saber verdadeiramente que foi inspirada por amor cristão. E mesmo nos casos em que não o for, se estivermos desejosos de enxergar as outras pessoas com o mesmo tipo de amor que Paulo sentia, será fácil responder de maneira apropriada a qualquer atitude ofensiva. Conforme o élder Jeffrey R. Holland aconselhou: “Sejam pacientes com as fraquezas humanas — as suas próprias, bem como as daqueles que servem com vocês em uma Igreja que é liderada por homens e mulheres voluntários e mortais. Com exceção de Seu perfeito Filho Unigênito, as pessoas imperfeitas sempre foram tudo o que Deus teve para usar em Sua obra” (“Eu creio, Senhor”, A Liahona, maio de 2013, p. 94). A lição dessa semana envolverá você e as crianças a quem ensina, em atividades divertidas e memoráveis que ​​ajudará no reconhecimento da paz e da cura que podem ser encontradas no perdão. Jesus nos ensinou a perdoar!


Princípio 1: O Pai Celestial me consola, e eu posso consolar o próximo. 2 Coríntios 1:3–4


Como você pode transmitir às crianças a confiança de que o Pai Celestial vai consolá-las? Como você vai incentivá-las a consolar o próximo?


Atividades sugeridas

  • Mostre às crianças coisas que dão conforto ou consolo, como um cobertor ou curativo. Pergunte às crianças o que as consola quando estão tristes, com medo ou com outros problemas. Leia 2 Coríntios 1:3–4 com as crianças e explique a elas que “tribulação” significa problemas difíceis. Fale sobre as várias maneiras pelas quais o Pai Celestial consolou você e preste testemunho de que Ele vai consolar as crianças também.

Você pode ler palavras como “ninguém vai brincar comigo” e depois pedir as crianças que coloquem o curativo e digam “Deus (Jesus) pode nos confortar”. Repita até que as crianças possam dizer.

  • Mostre gravuras de pessoas sendo batizadas (ver Livro de Gravuras do Evangelho, nº 103 e nº 104) enquanto lê 2 Coríntios 1:4 para as crianças. Explique que, quando somos batizados, fazemos a promessa de consolar outras pessoas. Como podemos seguir o conselho de Paulo de “consolar os que estiverem em alguma tribulação”?

Explique cada cartão ao colocá-los no chão (todos podem sentar-se no chão). Diga a classe que essas são promessas que fazemos no batismo. Quão importante é para o Pai Celestial que amemos e consolemos Seus filhos? Diga palavras-chave como Lamentar (ou triste), confortar, sobrecarregar e servir. Peça as crianças que pratiquem apontar para as imagens, se desejar mais movimento, coloque-as nas 4 paredes, e peça as crianças que fiquem embaixo delas quando você disser as mesmas palavras-chave.


O Pai Celestial me consola, e eu posso consolar o próximo. 2 Coríntios 1:3–4


Lembrar-se de como Deus nos consola inspira as crianças a consolar o próximo.


Atividades sugeridas

  • Enquanto lê 2 Coríntios 1:3–4, peça às crianças que atentem para a resposta à pergunta “O que Deus faz por nós?” Ajude as crianças a listarem maneiras pelas quais Deus nos consola. Convide as crianças a contar experiências de quando estavam tristes, preocupadas ou com medo e Deus as consolou.

  • Peça às crianças que compartilhem formas pelas quais podemos guardar nosso convênio batismal de consolar as pessoas (ver Mosias 18:9). Dê tempo a elas para pensarem em alguém que conheçam que precise de consolo e planejarem algo para consolar a pessoa.

Peça aclasse que resolvam os convênios que têm a ver com consolar, amar, servir ou ajudar. Eu conto 5, mas se você puder dizer que elas são “chamados de Seu povo”, então elas amariam e serviriam como Ele faz, e cartas semelhantes. (Se seus filhos são muito pequenos, mantenha as coisas simples). Depois de completarem a pilha. Diga as crianças que estas são promessas que faço no Batismo, mostre-lhes a pilha que tem a ver com amor. Há muitos... Quão importante é para o Pai Celestial demonstrarmos amor e conforto a Seus filhos?




Princípio 2: Posso perdoar aos outros. 2 Coríntios 2:7–8, 10


Selecione uma das atividades a seguir — ou crie sua própria atividade — a fim de fortalecer o desejo das crianças de perdoar aos outros.


Atividades sugeridas

  • Explique às crianças que Paulo queria que os santos em Corinto perdoassem um homem que havia pecado. Leia 2 Coríntios 2:7–8, 10 e peça que as crianças coloquem a mão no coração a cada vez que ouvirem as palavras perdoar e perdoei.

  • Peça às crianças que representem como elas podem reagir em situações em que alguém seja rude. Deixe-as se revezarem dizendo “Me desculpe” e “Perdoo você”. Como ajudamos as pessoas a saber que as perdoamos? Explique às crianças que uma maneira é “[confirmar] (…) vosso amor” ou demonstrar amor por elas (2 Coríntios 2:8).






Posso perdoar aos outros. 2 Coríntios 2:5–11


Pode ser difícil perdoar alguém que foi rude conosco. Mas seus alunos vão experimentar o amor, a paz e a felicidade conforme aprenderem a perdoar.


Atividades sugeridas

  • Diga às crianças que alguém em Corinto havia pecado e “contristado” os santos (ver 2 Coríntios 2:5). Peça às crianças que identifiquem em 2 Coríntios 2:7–8 o que Paulo queria que os santos fizessem.

  1. Antes da aula, anexe as situações a objetos pesados, como latas de comida ou pedras. Traga uma mochila.

  2. Peça às crianças que leiam as situações juntas e discutam como poderiam lidar com elas, salientando que Deus não quer que continuemos sendo magoados por alguém. Perdoar não significa que não falamos sobre esses sentimentos. Mas depois precisamos ser capazes de perdoar. Não perdoar é apenas carregar o peso e isso não é bom.

  3. Carregue a mochila e peça às crianças que se revezem carregando o peso.

  • Conte sobre uma ocasião em que você perdoou alguém — ou alguém perdoou você — e explique como você se sentiu depois. Se preferir, exiba o vídeo “O Gol: Uma História de Fé, Amizade e Perdão” (ChurchofJesusChrist.org). Convide as crianças a compartilhar suas experiências de perdão.



Princípio 3: Creio em ser honesto. 2 Coríntios 4:1–2


Paulo ensinou que os servos de Cristo “[rejeitaram] as coisas que por vergonha se ocultam”. Pense em maneiras de fortalecer o desejo das crianças de serem honestas em todas as coisas.


Atividades sugeridas

  • Ajude as crianças a memorizarem a frase “Cremos em ser honestos” (Regras de Fé 1:13). Escreva essa frase em pulseiras de papel que as crianças possam enfeitar e usar. Explique-lhes que ser honesto inclui dizer a verdade.




  • Peça às crianças que levantem as mãos quando você disser alguma coisa que seja verdade e que as abaixem quando você disser algo que não seja verdade. Diga declarações simples, mas óbvias, como “Hoje é domingo” ou “Tenho três narizes”. Repita a atividade algumas vezes, deixando as crianças se revezarem sendo a pessoa que faz as declarações falsas e verdadeiras. Por que o Pai Celestial deseja que falemos a verdade?

Se precisar de mais movimento em sua aula, aqui vai uma ideia.

  • Exiba o vídeo “Uma Visita ao Élder Ulisses Soares” (ChurchofJesusChrist.org; o vídeo faz parte do programa De Amigo para Amigo e inicia em 22:20). O que o jovem élder Soares aprendeu sobre honestidade? Incentive as crianças a se prepararem para fazer o convênio batismal sendo honestas.



Princípio 4: Eu ando “por fé, e não por vista”. 2 Coríntios 5:6–7


Pense em como você vai incentivar as crianças a guardar os mandamentos de Deus mesmo quando elas não veem imediatamente as bênçãos que desejam.


Atividades sugeridas

  • Leia 2 Coríntios 5:6–7 e Alma 32:21 com as crianças e peça a elas que procurem palavras e frases que ajudem a explicar o que é a fé. Peça-lhes que anotem suas definições e as compartilhem entre si.

  • Peça a uma das crianças que feche os olhos e peça às outras que deem orientações para ajudá-la a completar uma tarefa, como construir uma torre com blocos ou andar pela sala. Como essa atividade nos ajuda a compreender o que significa andar pela fé em Deus?

  • Mostre o vídeo “Reunidos pela Fé” (ChurchofJesusChrist.org) e pergunte às crianças como o jovem do vídeo andou pela fé. Compartilhe uma experiência em que você andou pela fé e incentive as crianças a compartilhar experiências.




Princípio 5: A tristeza segundo Deus conduz ao arrependimento. 2 Coríntios 7:8–10


É natural sentirmos vergonha ou ficarmos constrangidos quando somos pegos fazendo algo errado. Ajude as crianças a distinguir esses sentimentos de tristeza segundo Deus, que conduzem ao verdadeiro arrependimento.


Atividades sugeridas

  • Explique às crianças que, em 2 Coríntios 7:8–10, Paulo se referiu a uma epístola que havia escrito aos santos, advertindo-os firmemente sobre seus pecados. Leiam esses versículos juntos. Por que Paulo ficou alegre com a tristeza dos santos? Saliente que esse tipo de tristeza é chamado de tristeza segundo Deus.

  • Peça às crianças que pensem em uma ocasião em que fizeram algo errado e se sentiram mal a respeito. Peça que se perguntem “Por que me senti mal?” e compartilhem suas respostas. Escreva as respostas delas no quadro (por exemplo, “Eu estava com medo de arranjar problemas”, ou “Eu sabia que tinha decepcionado o Pai Celestial”, ou “Magoei uma pessoa”). Qual das respostas no quadro se parece com a “tristeza segundo Deus”? (2 Coríntios 7:10.) Por que a tristeza segundo Deus é melhor do que outros tipos de tristeza que podemos sentir após fazer algo errado?


EXTRA: O que o Livro de Mórmon me ensina sobre o PERDÃO?


(Ideias para uso deste material: Use na reunião familiar, no estudo pessoal e diário da família, ou na própria aula da Primária. Material apenas digital.)




















Videoaula:



Por favor, não modificar os documentos ou faça a venda deles. Este é para uso próprio e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Os materiais aqui são produzidos com carinho e dedicação por nossa colaboradora Crystal Wallace, original (theredcrystal.org) e concedido à tradução e uso pelo nosso site. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Agradecemos a compreensão e ajuda.

Com amor,

Vem e Segue-Me Kids

7.983 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


Yorfanis Sánchez
Yorfanis Sánchez
Sep 17, 2023

E muito especial

Like

Jr Suelanea Sousa
Jr Suelanea Sousa
Sep 16, 2023

Amo os materais. Irmã, vc poderia me dizer o link dos quebra-cabeça de todas as regras de fé?

Like
bottom of page