top of page

Lição: 15 a 21 de Maio [Mateus 21-23; Marcos 11; Lucas 19-20; João 12]

“Eis que o teu Rei aí te vem”







Podemos aprender muito sobre nosso próprio discipulado ao estudarmos aqueles que interagiram com Jesus durante seu ministério. Um desses exemplos pode ser encontrado na história de Zaqueu. Ele queria ver o Salvador e até subiu em uma árvore para fazer isso. Então o Salvador o chamou pelo nome e disse a Zaqueu que jantaria com ele. A multidão zombou e reclamou que Jesus se associaria com um pecador e entraria em sua casa. Zaqueu era conhecido por roubar o povo com cobrança injusta de impostos. Zaqueu ouviu a resposta do povo e seu coração se amoleceu. Ele prometeu devolver tudo o que roubou e comprometeu-se a ajudar os pobres e necessitados. Zaqueu experimentou uma poderosa mudança de coração, ele enfrentou publicamente alguns de seus maiores pecados e fraquezas e estava disposto a se arrepender e mudar. Ao ler durante esta semana, pense nos frutos dos ensinamentos do Salvador e de Seu sacrifício expiatório em sua vida, e como você pode produzir “muito fruto”.




Princípio 1: O Pai Celestial e Jesus me conhecem pelo nome. Lucas 19:1–10


Ao ler sobre a interação de Zaqueu com o Salvador, que mensagens você acha que podem abençoar seus alunos?


Atividades sugeridas

  • Mostre uma gravura de Zaqueu na Figueira Brava (neste esboço ou em ChurchofJesusChrist.org). Ajude as crianças a encontrar Zaqueu e dizer seu nome. Faça gestos para as crianças imitarem enquanto você conta a história de Zaqueu e Jesus — por exemplo, ficar na ponta dos pés para ver acima da multidão ou fingir subir em uma árvore. Explique que o Salvador viu Zaqueu e o chamou pelo nome. Testifique que o Salvador também conhece cada criança pelo nome.


As crianças podem fazer um passeio pela natureza e colher algumas folhas para colocar na árvore. Segue exemplo frente e verso de como fica essa dinâmica:


Segue outro modelo, com dedoche:

  • Traga uma moldura vazia para a classe ou faça uma de papel. Peça a cada criança que se reveze segurando a moldura em frente ao rosto enquanto o restante da classe diz: “O Pai Celestial e Jesus conhecem o(a) [nome da criança]”.

Recorte a moldura ou pode imprimir em P&B para uma página para colorir.

  • Cantem juntos uma música sobre o amor do Pai Celestial, como “Sou um filho de Deus” (Músicas para Crianças, pp. 2–3). Ajude as crianças a ficarem atentas a coisas que as ajudem a saber que o Salvador as ama.

Deus não apenas conhece seus nomes, mas sendo seus filhos, Ele sabe muitas coisas sobre eles. Aqui as crianças podem compartilhar algumas dessas coisas sobre si mesmas. Preste testemunho de que o Pai Celestial e Jesus sabem tudo sobre elas, porque são seus filhos.




Quando busco o Salvador, eu O encontro. Lucas 19:1–10


Você pode usar a história de Zaqueu para ajudar as crianças a pensar em coisas que elas podem fazer para se achegar ao Salvador.


Esta é uma boa narrativa da história:


Atividades sugeridas

  • Leia Lucas 19:1–10, fazendo pausas entre os versículos para debater o que eles revelam sobre Zaqueu. O que Zaqueu fez para que pudesse ver Jesus? Como ele reagiu quando Jesus pediu que descesse da árvore? Peça a cada criança que compartilhe um motivo para querer ver Jesus. Se o Salvador viesse à nossa cidade, o que você faria para se preparar?

  • Peça às crianças que pensem em pessoas que elas conhecem, como Zaqueu, que podem estar buscando o Salvador. Pergunte o que elas podem fazer para ajudar alguém a aprender sobre o Salvador.

  • Peça-lhes que contem experiências em que sentiram que o Pai Celestial e Jesus Cristo as conhecem e as amam.



Princípio 2: O templo é um lugar sagrado. Mateus 21:12–14


A reverência de Jesus pelo templo, conforme descrita nesses versículos, pode ajudar seus alunos a compreender que o templo é um lugar sagrado.


Atividades sugeridas

  • Mostre a gravura Jesus Purifica o Templo (Livro de Gravuras do Evangelho, nº 51) e conte a história registrada em Mateus 21:12–14. Ajude as crianças a encontrar dinheiro e animais na gravura. Depois, debata por que o Salvador queria que os cambistas e as pessoas que vendiam animais deixassem o templo.



  • Mostre gravuras dos templos (para exemplos, ver Livro de Gravuras do Evangelho, nº 117 a nº 119) e peça às crianças que comentem como se sentem quando veem o templo. Você poderia explicar que o templo é um lugar aonde vamos para fazer promessas diante de Deus, buscar respostas a orações e sentir que estamos perto Dele. Ajude as crianças a identificar sentimentos que vêm do Espírito Santo dizendo a elas que o templo é um lugar especial. Peça às crianças que ajam como se estivessem dentro do templo. Por exemplo, elas podem falar sussurrando e se sentar em reverência.

Peça às crianças que construam templos com blocos ou copos. Prenda essas torres de templo a alguns blocos ou copos para as crianças colocarem em cima. Ensine os princípios do manual e das escrituras enquanto edificam juntos.

  • Cantem juntos uma música sobre o templo, como “Eu gosto de ver o templo” (Músicas para Crianças, p. 99), e incentive as crianças a fazer a meta de entrar no templo um dia.

Aqui está uma música interativa, onde as crianças podem abrir as janelas e portas enquanto aprendem a letra da música.



O templo é um lugar sagrado que devo respeitar. Mateus 21:12–14


Como o relato do Salvador purificando o templo o ajuda a ensinar as crianças sobre o caráter sagrado dos templos?


Atividades sugeridas


  • Incentive as crianças a compartilhar como se sentiram quando entraram em um templo, visitaram os jardins ou viram fotos de templos. O que as ajudou a saber que o templo é um lugar sagrado? Você pode dizer às crianças por que você ama o templo. Por que ele é sagrado para você?

  • Convide um ou mais jovens para vir à classe e falar sobre como eles se prepararam para entrar no templo. Se eles já tiverem ido ao templo, peça-lhes que falem sobre como se sentiram quando estiveram lá.

  • Faça um quebra-cabeça usando a gravura de um templo e dê uma peça para cada criança. Peça às crianças que escrevam no verso da peça algo que podem fazer para se preparar a fim de entrar no templo. À medida que cada criança compartilhar sua ideia, junte a peça dela ao quebra-cabeça.

Este pode ser um quebra-cabeça um pouco complexo, se preferir, há outra gravura que podem cortar em pedaços para torná-lo simples para seus filhos ou classe.

  • Escreva no quadro o seguinte: ------------------------------ pode ajudar a me preparar para servir no templo. Peça às crianças que sugiram maneiras de completar essa sentença. Algumas ideias poderiam incluir “Guardar meus convênios batismais” ou “O Espírito Santo”.


Princípio 3: Posso ser obediente. Mateus 21:28–32


O Pai Celestial quer que sejamos obedientes. A parábola dos dois filhos é uma oportunidade de ensinar sobre a importância da obediência.


Atividades sugeridas

  • Desenhe dois meninos no quadro e os use para contar a parábola em Mateus 21:28–32. Qual filho fez a coisa certa no final? Peça às crianças que citem as coisas que elas podem fazer para serem obedientes em casa. Peça-lhes que desenhem a si mesmas fazendo uma dessas coisas.

Você pode contar a história e fazer com que as crianças a recontem com essas imagens que podem colocar em ordem.

  • Peça às crianças que contem experiências vividas por elas ao serem obedientes aos pais. Como elas foram abençoadas por serem obedientes?


Princípio 4: Jesus quer que eu seja digno em minhas ações e meus desejos. Mateus 23:25–28


Jesus ensinou aos escribas e fariseus sobre a importância de viver o evangelho verdadeiramente — e não apenas fingir ser digno. O que ajudaria as crianças a entender essa verdade?


Atividades sugeridas

  • Ao ler Mateus 23:25–28 com as crianças, você pode explicar esta definição de hipócrita do Bible Dictionary, na Bíblia SUD em inglês: “Alguém que finge ser religioso quando não é”. Por que é ruim ser hipócrita?

  • Mostre uma xícara limpa por fora, mas suja por dentro para ajudar a ilustrar a metáfora em Mateus 23:25. Como podemos ter certeza de que estamos limpos e puros por dentro?

Reúna as Maçãs e pergunte às crianças qual delas escolheriam para comer. Peça-lhes que as abram e olhem por dentro. Em seguida, compartilhe a escritura.



Aqui está "videoaula" da semana:



Para quem não assistiu semana passada, essa é uma boa oportunidade. Nesse filme acompanhamos além dos relatos da semana passada, vemos a história de Zaqueu nesta semana.




Por favor, não modificar os documentos ou faça a venda deles. Este é para uso próprio e de distribuição para as suas Primárias. Compartilhem sempre o link do site para que outros tenham acesso também. Os materiais aqui são produzidos com carinho e dedicação por nossa colaboradora Crystal Wallace, original (theredcrystal.org) e concedido à tradução e uso pelo nosso site. Não usar as ilustrações fora de seus arquivos e redistribuir publicamente pela internet (redes sociais). Agradecemos a compreensão e ajuda.

Com amor,

Vem e Segue-Me Kids

7.941 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Joseline Bizama
Joseline Bizama
May 18, 2023

irmãs, existe a posibilidad de vcs fazer os arquivos em branco e preto? para as crianças pintar? pq pelo menos aqui na nossa ala, não temos impressora a côr.

Like
bottom of page